Tratamentos

Coluna vertebral

A dor na coluna é um sintoma referido por mais de 80% da população, em algum momento da vida, e é um dos motivos mais freqüentes que leva o paciente ao consultório médico. A dor lombar e cervical pode ser desencadeada por uma série de fatores e doenças, pois praticamente todas as estruturas da coluna podem causar dor, como os discos, músculos, ligamentos, nervos e mesmo outras estruturas que não fazem parte da coluna.

As doenças que acometem a coluna podem ser de caráter degenerativo como as hérnias de disco, estenoses de canal e artroses; traumático como as fraturas; infecciosos como as discites; metabólicos como a osteoporose; inflamatórios, tumorais e outros. Podem se manifestar de maneira aguda ou crônica, através de dor lombar, cervical e ou irradiada para os braços ou pernas, fraqueza, alteração de sensibilidade, dependendo da localização e do tipo da doença. O diagnóstico é feito através da história, do exame físico e de exames de imagem.

O tratamento depende de um diagnóstico bem feito, diferenciando-se de acordo com o tipo da doença e o grau de acometimento do enfermo. Necessita sempre de uma avaliação criteriosa de um médico especialista em doenças da coluna.

A cirurgia, quando corretamente indicada, é muito útil para o restabelecimento do paciente. Nas doenças degenerativas da coluna, incluindo as hérnias de disco, a indicação para a cirurgia é realizada quando há uma alteração neurológica grave ou quando o paciente julga os sintomas insuportáveis apesar de um tratamento clínico bem realizado. Os tipos de tratamento cirúrgico devem ser realizados preferencialmente partindo dos métodos menos aos mais invasivos, iniciando com as infiltrações, passando pelos procedimentos percutâneos por agulha, microdiscectomias, artroplastias ou substituição de disco, fixações dinâmicas, até finalmente as artrodeses ou fusões.

É importante lembrar que a maioria das pessoas com dor na coluna não necessita de cirurgia e a prevenção é sempre o melhor remédio. O diagnóstico e o tratamento precoce associado à orientação postural, atividade física e reabilitação são fatores que contribuem para a melhora dos sintomas das doenças da coluna.

Coluna vertebral